O poder transformador do coco para sua saúde

Olá, pessoal da alta performance,

Tudo bem?

Durante os últimos tempos, o óleo de coco tem passado por vários questionamentos se: é bom para saúde ou não? Levantam a hipótese de que se trata de uma gordura prejudicial, que está conectada com o aumento da mortalidade por doenças cardiovasculares, afinal poderia entupir as artérias do coração. Nesse momento, já quero deixar uma sugestão sobre o tema gorduras que coloquei aqui no blog há algum tempo:

Vamos continuar então com o tema, depois de verificar o vídeo será mais fácil se profundar nos conceitos, que vamos descrever a respeito do óleo de coco.

Um alimento extremamente rico em muitos nutrientes como vitaminas A, B1, B2, B5, C, minerais e gorduras como ácido caprílico, cáprico e láurico.

O óleo de coco apresenta em sua composição os 3 triglicérides de cadeia média (caprílico, cáprico e láurico), por isso apresenta grande função anti-inflamatória para o corpo com capacidade de reduzir o colesterol LDL e aumentar o colesterol HDL. Contém alta concentração de vitamina E, o que leva a um grande potencial anti-oxidante com redução do processo de adoecimento por problemas crônicos como AVC, infarto, câncer, demências. Esses mesmos triglicérides de cadeia média, quando entram no processo metabólico do corpo produzem os corpos cetônicos responsáveis pela principal fonte de matéria prima para o corpo produzir energia, inclusive os nossos neurônios (células do sistema nervoso). Vale a pena conferir esse vídeo em que discuto um pouco mais sobre esses conceitos:

O componente ácido láurico presente no óleo de coco tem uma função essencial para nossa saúde ligado diretamente ao sistema imune. Quando consumimos o ácido láurico, ao chegar no estômago ele converte em monolaurina, nutriente responsável por uma atuação “antibiótico like”, mas estendido, porque consegue matar fungos, vírus e bactérias. O que causa uma intensa proteção frente as adversidade pelas quais estamos expostos diariamente.

No vídeo abaixo falo um pouco mais sobre a monolaurina e inclusive descrevo como o óleo de coco pode tratar casos de corrimento e candidíase:

Esses foram alguns conceitos sobre do óleo de coco, pra mais informações existem vários artigos aqui no blog sobre o tema em que discutimos como usar no dia a dia, alimentação, cosméticos, saúde bucal. Fique a vontade para buscar e adquirir mais conceitos sobre esse tema tão interessante.

Bibliografia:

Newport MT. Alzheimer’s Disease – What If There Was a Cure? 2nd Edition, Basic Health Publication, Inc. Laguna Beach, CA. 2013.

Garfinkel M, et al. Insulinotropic potency of lauric acid: A metatolic rational for medium chain fatty acids (MCF) in TPN formulation. Journal of Surgical Research; 1992. 52.

Cardoso DA, et al. A coconut virgin oil-rich diet increases HDL cholesterol and decreases waist circumference and body mass in coronary artery disease patients. Nutr. Hosp. 2015. Nov. 1;32 (5):2144-52.

Chowdhury R, et al. Association of dietary supplement fatty acids with coronary risk: a systematic review and meta-analysis. Ann Intern Med. 2014. Mar 18; 160(6):398-406.

Enig Mary G. Health and nutritional benefits from coconut oil. Price-Pottenger Nutrition Foundation Health Journal. 1998, 20:1:1-6.

Mensik RP, et al. Effects of dietary fatty acids and carbohydrates on the ration of serum total to HDL cholesterol and on serum lipids and apolipoproteins: a meta-analysis of 60 controlled trials. Am J Clin Nutr. 2003. 77(5):1146-1155.

Dayrit CS. Coconut oil: atherogenic or not?. Philippine Journal of Cardiology, 2003. 31:97-104.

De Roos NM, et al. Consumption of a solid fat rich in lauric acid results in a more favorable serum lipid profile in healthy men and women than consumption of a solid fat rich in trans-fatty acids. J.of Nutrition. 2001. 131:242-245.

Kabara JJ, et al. Fatty acids and derivatives as antimicrobial agents. Antimicrobial Agents and Chemotherapy. July. 1972. 2(1):23-28.

Bergsson G, et al. Killing of gram-positive cocci by fatty acids and monoglycerides. APMIS 2001. 109 (10):670- 678.

Hierholzer JC, Kabara JJ. In vitro effects of monolaurin compounds on envelope RNA and DNA viruses. Journal of Food Safety. 1982; 4:1.

Petschow BW, et al. Susceptibility of Helicobacter pylori bactericidal properties of medium-chain monoglyceride sand free fatty acids. Antimicrobial Agents and Chemotherapy. 145. 1996.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: