Os horários na Ayurveda e como acontece a manifestação no seu corpo

Um ponto importante na ayurveda é entender como os períodos ao longo do dia tem um impacto direto na manifestação das suas atitudes e no funcionamento do seu corpo.

O ciclo do dia apresenta 24 horas e pode ser dividido em 6 períodos de 4 horas cada um deles, sendo que cada fase tem predomínio de um dos doshas. Se quiser entender um pouco mais sobre os doshas e a origem de cada um deles vale a pena a leitura:

Nesse momento, quero trazer o conceito mais relacionado a manifestação ao longo do dia dentro dos períodos que vou descrever. Para isso, vamos interpretar o gráfico a seguir:

De acordo com o relógio ayurvédico o dia vai se dividir em 2 momentos, um deles representado pelo sol (a luz do dia) e o outro pela noite (momento da lua entrar no controle). A primeira fase, de domínio do sol, o dosha do fogo pitta fala mais alto e tem dominância, enquanto no período noturno, o dosha da terra kapha é quem coordena. Já vata entra como o dosha da transição entre esses momentos ao longo da distribuição das 24 horas.

A partir disso, muitos pontos podem ser entendidos, por exemplo: O final da noite e início da manhã é comandado pelo dosha da transição vata, que representa o ar e consequentemente está ligado ao alto fluxo de idéias e grande criatividade. Por isso, logo pela manhã, antes das 06 horas, a criatividade é máxima. Grandes empreendedores pelo mundo falam desse período como o momento de intensa criação. Já na primeira fase da manhã entre 06 e 10 horas é de domínio do dosha da terra kapha, ou seja, o momento de sedimentar a idéia criada logo antes. Aqui é o instante de dar estrutura às idéias criativas. Para no próximo momento será a hora de concretizar tudo, entre 12 e 14 horas, exatamente a fase do dosha do fogo pitta, que é o executor, aquele que transforma a idéia abstrata em algo concreto. Por isso, o grande empreendedor entende esse processo dos horários e começa a colocar em prática cada um desses momentos para dominar cada hora do dia.

Agora pra entender um pouco mais essa relação com itens do corpo físico também podemos falar sobre o processo digestivo. A maior capacidade de digestão durante o dia está coincidente com o meio do dia, sol no momento mais alto, o que está alinhado com o horário do dosha do fogo pitta entre 10 e 14 horas.

Já pela manhã entre 06 e 10 horas, o dosha kapha é o predominante e ele está conectado com as secreções do corpo. Por isso, a produção mais intensa de secreções de via respiratória acontecem principalmente nesse momento do dia. Não vou entrar nesse tema hoje, mas até vale aqui a idéia de que os pulmões representam os principais orgãos kapha do corpo e por isso a intensidade desses sintomas nesse período.

Lembre-se então que o período de criação é pela manhã, o momento pra comer e digerir bem é o meio do dia.

Use todos esses conceitos, aproveite, mande para as pessoas e lembre-se de seguir o o blog e as outras mídias para receber as atualizações.

Guilherme Ferreira Takassi

Médico formado pela Universidade Federal de São Paulo e fundador do Instituto Takassi Falcão. Desenvolve um trabalho focado em saúde de alta performance baseado em dois pilares: corpo físico e mente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: