Memória e aprendizado, como aprender mais rápido?

Frequentemente nos deparamos com situações em que precisamos lembrar algum conceito recente ou mesmo alguma idéia que precisamos sedimentar em nossa memória, no entanto temos uma dificuldade muito grande.

Por isso, é essencial entendermos como acontece o processo de aprendizado e assim aproveitarmos ao máximo nossa capacidade de acúmulo de informações.

Diariamente ao passarmos por momentos diferentes, nosso sistema nervoso central (snc) se modifica frente a cada instante. Ou seja, você já não é a mesma pessoa de alguns minutos atrás e seu snc também entra nesse sistema dinâmico de mudanças. Existem dois grupos de aprendizado e memória: curto e longo prazo.

Sempre que falamos em curto prazo, a referência é sobre itens recentes como por exemplo, o que você comeu no seu café da manhã de hoje. Essa resposta mais conectada com curto prazo tem uma relação direta com a bioquímica cerebral, pra ser mais específico com neurotransmissores liberados entre dois neurônios. A imagem abaixo mostra de forma mais clara como isso acontece:

Sinapse entre dois neurônios

Os neurônios são as células do nosso sistema nervoso responsáveis pela transmissão dos impulsos nervosos. Sendo que toda memória é formada a partir dessa comunicação entre os neurônios. Essa comunicação recebe o nome de sinapse e é desencadeada por moléculas conhecidas como neurotransmissores. Quando formamos a memória de curto prazo, ela tem influencia nessa bioquímica da comunicação entre duas células nervosas. Ou seja, uma memória de curto prazo mais eficiente apresenta uma alta performance na sinapse entre os dois neurônios (como se acontecesse uma maior produção de neurotransmissores na sinapse).

Quando falamos em memória de longo prazo, podemos observar uma vertente funcional e uma estrutural. Aqui moram os grandes segredos do aprendizado, afinal a memória de longo prazo nos dá a capacidade de reter informações mais densas como por exemplo: ao ler um livro e guardar toda a informação passada por ele durante anos. Ou mesmo, iniciar a prática de algum esporte a aprender os movimentos progressivamente sem esquecer os detalhes.

A memória estrutural se apresenta como um neurônio que não se liga apenas a mais outro, mas sim a vários outros neurônios. Ou seja, agora nosso snc começa a atuar de forma mais ampla através de uma rede de neurônios, o que é bem mais eficiente do que apenas uma simples comunicação entre duas células nervosas. A imagem mostra como um neurônio pode realizar uma rede de comunicação:

Um neurônio é capaz de realizar uma rede ampla de comunicação

O outro formato de memória é quando regiões do cérebro começam a assumir mais de uma função. Isso acontece frequentemente quando uma pessoa apresenta uma lesão cerebral em determinada região e outra assume a função devido a importância daquela atividade para manutenção da vida. Um exemplo muito comum é a lesão da região da fala após um avc (acidente vascular cerebral) e a pessoa não conseguir mais falar. No entanto, depois de um tempo, ela reaprende a falar porque uma outra região assumiu aquela função, afinal a fala era essencial para a vida dela.

Cada região do cérebro tem uma função específica que pode mudar ao longo do tempo de acordo com a necessidade e o momento de cada pessoa.

A grande questão vem quando nos perguntamos: o que fazer para dominar o poder da memória de longo prazo. Aqui vem até a base do raciocínio que falamos anteriormente da pessoa que reaprende a falar pela importância daquela atividade. O grande segredo para esse domínio está conectado a dois itens: o que você realmente gosta / precisa para sua vida e o processo de treinamento. Para dominar o aprendizado e a memória de longo prazo, você precisa preencher esses dois pré requisitos, que na realidade são a mesma coisa, afinal só será possível praticar pra vida aquilo que você ama fazer. Por isso, antes de qualquer coisa, lembre-se de se auto-conhecer pra descobrir seus talentos mais profundos. Apenas assim será possível ganhar tração progressivamente dentro da sua performance da mente.

O vídeo abaixo mostra todos esses conceitos descritos em um aula que realizei para falar sobre memória e aprendizado.

Memória – como aprender mais rápido

Guilherme Ferreira Takassi

Médico formado pela Universidade Federal de São Paulo e fundador do Instituto Takassi Falcão. Desenvolve um trabalho focado em alta performance baseado em dois pilares: corpo físico e mente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: